Como a tecnologia de tratores e pulverizadores podem te auxiliar nos tratos culturais das culturas de inverno

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A proteção das lavouras contra os efeitos do inverno, pragas, plantas daninhas e doenças são grandes desafios que atormentam a vida dos produtores.

Mas a tecnologia está trazendo diversas novidades desenvolvidas especialmente para deixar esses tormentos no passado.

A evolução tecnológica da pulverização é um dos destaques nesse assunto, pois ela vem permitindo que o controle de pragas e afins, seja cada vez mais eficiente e preciso – pelo uso de pulverizadores mais modernos, pela melhoria nos próprios defensivos e também pelo recente avanço da chamada agricultura digital. 

Antigamente, os pulverizadores eram menores e tinham uma menor capacidade de tanque. Na prática, isso significava que o mesmo equipamento precisava entrar mais vezes na lavoura, já que a área de cobertura era menor. Além de mais ineficiente, isso gerava um custo maior com combustível e muitas perdas por amassamento.

Além disso, não existia sistema GPS. A qualidade e a precisão das pulverizações, por conta disso, eram problemas recorrentes. A demarcação das áreas a serem pulverizadas era feita na base da contagem das linhas de soja, o que gerava dois tipos de falhas: o remonte, pois acabava-se aplicando duas vezes na mesma faixa sem querer, e a maior incidência de pragas e doenças quando alguma área ficava sem receber nenhum produto. 

Outras novas tecnologias da atualidade são equipamentos que regulam a distância entre as rodas, diminuindo perdas por amassamento, outros que efetuam automaticamente a troca das pontas de acordo com a velocidade da aplicação e modelos que combinam assistência de ar nas barras com o carregamento eletrostático das gotas, por exemplo.

Cada vez mais a tecnologia vem permitindo ao produtor dados e informações mais assertivas de sua fazenda e andamento da produção. Em última análise, a tecnologia está vindo para acrescentar em um maior controle operacional e uma melhor tomada de decisão.

Tudo isso, aliado aos manejos e tratos culturais adequados, é o próximo passo para novos patamares de produtividade. Você está se preparando para isso?

Fonte: Climate Fieldview

Fique conectado

Mais notícias

Login