Voltar Pragas x Controle Biológico

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

A tecnologia revolucionou a forma de produção no campo, mas mesmo com tanta inovação e recursos facilitadores, as pragas continuam sendo um dos maiores desafios dos agricultores.

Diversos fatores influenciam na hora de fazer o controle das pragas sem prejudicar a qualidade dos produtos e do solo. Pesticidas e/ou agrotóxicos são muito utilizados para tentar frear essa proliferação, porém, o uso constante vem tornando as pragas cada vez mais resistentes, obrigando a aumentar o poder de destruição dos defensivos, prejudicando a qualidade dos alimentos e, consequentemente, o solo e a água. Por isso, há algum tempo, pesquisadores vêm testando novas formas de reduzir as pragas sem prejudicar o ecossistema, e um excelente exemplo é o Controle Biológico.

Primeiramente é necessário identificar o tipo de praga que está afetando a lavoura, saber qual é o inimigo natural da praga e, assim, utilizá-lo à favor da plantação, de maneira pontual, nas áreas afetadas. Ou seja, o predador da praga será utilizado para acabar com o problema, evitando a proliferação e fazendo o controle biológico natural.

Fique conectado

Mais notícias

Login